domingo, 1 de maio de 2011

Próxima exibição do Cineclube homenageia Elizabeth Taylor

O Cineclube Araucária apresenta no dia 7 de maio o filme Quem Tem Medo de Virgínia Woolf, protagonizado por Elizabeth Taylor e Richard Burton. Baseado na peça de Edward Albee, é um excelente filme, que marca a estreia de Mike Nichols como diretor de cinema.

Seu conteúdo dramático retrata as batalhas destrutivas e sado-masoquistas de um casal, numa relação de amor e ódio.  O roteiro é simples, mas os personagens são complexos e profundos.  Os diálogos são inteligentes e um dos pontos altos do filme.  O trabalho de Nichols é consistentemente bom, ajudado pela bela fotografia de Haskell Wexler e pelas excepcionais interpretações de um competente elenco.  Elizabeth Taylor, que já havia ganho o Oscar de Melhor Atriz pelo seu desempenho em "Disque Butterfield 8" e recebido três outras indicações por suas atuações em "Gata em Teto de Zinco Quente", "A Árvore da Vida" e "De Repente no Último Verão", é mais uma vez agraciada com outra estatueta do Oscar.

Veja a entrevista de Mike Nichols sobre o filme


 
George, de 46 anos, é um professor universitário de História.  Casado há 20 anos com Martha, filha do reitor e seis anos mais velha que ele, os dois mantêm um relacionamento tumultuado, repleto de mágoas, ressentimentos e humilhações.  Nick é o novo e ambicioso professor de biologia, 28 anos, o qual é casado com a jovem e rica Honey, 26 anos.

A pedido do pai de Martha, ela e George vão receber o jovem casal no fim da noite para uma pequena  reunião de cortesia e aproximação. Cedo, ao chegarem em casa, após já terem bebido, George reclama de uma forte dor de cabeça, enquanto Martha já se acha bastante embriagada.  Como de costume, o clima entre eles é tenso.  Martha adora humilhá-lo, acusando-o por não conseguir uma melhor posição no trabalho.  Ele se defende, mas não deixa a esposa ilesa.  Tocar no nome do filho adolescente parece ser outro ponto de discórdia.

Esse comportamento explosivo dos dois prossegue com a chegada dos visitantes que ficam estarrecidos com as atitudes do casal.  O clima fica cada vez mais pesado e os visitantes passam a ser atingidos pelas farpas dos dois.

Aparentemente bem casados, aos poucos os recém-chegados vão demonstrando que as coisas não são bem assim.  Nick não se casou com Honey por amá-la, e sim por achar que ela estava grávida e por seu dinheiro. À medida que a noite avança, o clima hostil toma conta dos quatro, as acusações e verdades são colocadas à tona expondo os pontos fracos de cada um.  As tensões alcançam o seu ponto alto quando George, enfurecido, apanha um rifle no 'closet' e dispara contra a cabeça de Martha.  Ocorre que o rifle nada mais era que um brinquedo.

Para atingir ainda mais o marido, Martha tenta seduzir Nick.  Este se deixa levar, pensando em tirar proveito pelo fato dela ser filha do reitor.  Por outro lado, Honey é a que apresenta um comportamento mais passivo, a mais afetada pelo álcool, passando a dizer coisas sem nexo. Enfim, casamentos formados por mentiras são desmascarados, pessoas infelizes demonstram suas fragilidades e fatos obscuros são descobertos. 


Assista o trailer do filme feito em 1966

Nenhum comentário:

Postar um comentário