quinta-feira, 10 de julho de 2014

QUARTA EDIÇÃO DO CINEMÚSICA ACONTECE ENTRE 24 E 27 DE JULHO NA SEDE DA AMECAMPOS

4º ENCONTRO CINEMÚSICA DE CAMPOS DO JORDÃO

uma realização do Cineclube Araucária em parceria com a Associação dos Amigos de Campos do Jordão


PROGRAMAÇÃO

24/07 - 19h00

PIANO BLUES, de Clint Eastwood - documentário - 85 minutos, com Clint Eastwood, Ray Charles, Marcia Ball, Doctor John, Fats Domino, Art Tatum, Nat King Cole, Big Joe Turner, Charles Bown, Duke Ellington, Albert Simmons, Pete Johnson, Dave Brubeck, Henry Gray. LIVRE para todas as idades. 















Sinopse – Documentário americano realizado por Clint Eastwood em 2003. É o sétimo e último episódio da série The Blues produzida por Martin Scorsese. Além de excelente ator e diretor, Clint Eastwood também um grande pianista, apaixonado pelo jazz e pelo blues. No filme ele se propõe a retraçar a história do piano no blues através de depoimentos e performances daqueles que construíram a sua história durante o século XX. Emocionantes são os encontros do pianista diretor com Dr. John, Dave Brubeck, Marcia Ball, Fats Domino, Little Richard e, é claro, Ray Charles. Numerosas sequências de arquivo pontuam o filme com grandes nomes do piano como Charles Brown, Otis Spann, Nat King Cole e muitos outros.

Prólogo Musical pelo pianista, cantor e compositor Newton Zago

Newton Zago vem de uma família de músicos. Seu pai, maestro conhecido internacionalmente por ter vencido concurso promovido pela Yamaha, mantém uma Big Band das mais requisitadas para grandes eventos, bailes e apresentações musicais na cidade de Santos. Sua mãe também é musicista formada pelo Instituto Musical Santa Cecília de Santos. Newton começou a estudar música aos 4 anos de idade e queria ser baterista. Logo se interessou pelo piano e aos 6 anos já se apresentava em recitais e concursos, tendo vencido vários deles. Aos 15, começou a cantar profissionalmente e, desde meados da década de 90, trabalha exclusivamente com a música, seja apresentando-se em concertos solos, seja com a Big Band do pai, em praticamente todo o Brasil. No ano passado, Newton Zago participou do 3º Encontro Cinemúsica de Campos do Jordão apresentando o prólogo musical para o filme New Orleans, de Arthur Lubin. Muitos foram os pedidos para que ele voltasse e ele gentilmente aceitou o nosso convite para se apresentar novamente na Montanha Magnífica. 


25/07 - 19h00

A LUZ DO TOM, de Nelson Pereira dos Santos - documentário - 85 minutos, com Tom Jobim, Helena Jobim, Tereza Hermanny, Ana Lontra Jobim, Paulo Jobim, Miúcha Buarque de Holanda – doc. 85 minutos - LIVRE para todas as idades. 


SinopseO documentário A Luz do Tom, de Nelson Pereira dos Santos é um complemento ao A Música Segundo Tom Jobim, também do Nelson, codirigido por Dora Jobim. Nesse, o foco era a música do compositor e maestro brasileiro, morto há dez anos. Gravações famosas e raridades compunham um panorama da carreira de Jobim. Como o próprio Nelson anunciou no lançamento do longa anterior, este segundo documentário segue um estilo mais convencional, com entrevistas. Juntos, os filmes formam um díptico, estabelecendo um diálogo entre a vida e a obra do músico. Baseado na biografia Antonio Carlos Jobim - O homem iluminado, de Helena Jobim, o longa se propõe a fazer um retrato intimista de Tom, por meio do depoimento das três principais mulheres de sua vida: a irmã Helena e as duas ex esposas, Tereza Hermanny e Ana Lontra Jobim.

Prólogo Musical pela cantora e compositora, parceira de Tom Jobim, Alaíde Costa

Alaíde Costa iniciou carreira profissional como crooner do dancing Avenida, no Rio de Janeiro. Em 1959, levada por João Gilberto, entrou em contato com os compositores da bossa nova, quando gravou seu primeiro LP. Participou do programa O Fino da Bossa (TV Record / SP), interpretando Onde Está Você? (Oscar Castro Neves e Luverci Fiorini), canção que viria a se tornar emblemática em sua carreira. Realizou um recital de canções renascentistas no Teatro Municipal de São Paulo, intitulado Alaíde Alaúde. Em 1965, gravou o LP Alaíde Costa. Em 1972, em dueto com Milton Nascimento, gravou a faixa Me Deixa em Paz (Airton Amorim e Monsueto) para o LP Clube da Esquina. Em 1988, lançou o álbum Amiga de Verdade, com a participação de Paulinho da Viola, Milton Nascimento, Ivan Lins e Egberto Gismonti. Em 1995, com o pianista João Carlos Assis Brasil, lançou o CD Alaíde Costa & João Carlos Assis Brasil e em 2000, o CD Falando de Amor, gravado em Paris. Em 2003, apresentou-se, com Johnny Alf, no London Jazz Festival. Em 2005, comemorando 50 anos de carreira, lançou o CD Tudo Que o Tempo me Deixou que lhe rendeu o Prêmio Rival Petrobras da Música. Ainda em 2005, participou, ao lado de Elza Soares e Jair Rodrigues, do show Brasil Brasileiro apresentado em Paris e em Toulouse. Em 2007, o mercado brasileiro recebeu o Volume 2 da parceria da cantora com o pianista João Carlos Assis Brasil. Em 2009, Alaíde lançou um novo CD no qual o homenageado é o amigo Milton Nascimento e em 2012, um novo disco dedicado ao também amigo e parceiro Johnny Alf. Em 2013, Alaíde reverenciou o centenário de nascimento de Vinícius de Moraes apresentando-se nos teatros do SESI, em diversas cidades do estado de São Paulo com o show Alaíde Canta Vinícius. Finalmente, em 2014, com o apoio do Proac, lança o álbum Canções de Alaíde, no qual estão registradas apenas composições suas, algumas com parceiros como Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Geraldo Vandré, Johnny Alf, Hermínio Bello de Carvalho, João Magalhães, Geraldo Julião, José Márcio Pereira.


26/07 - 19h00

GONZAGA - DE PAI PRA FILHO, de Breno Silveira - ficção - 115 minutos, com Chambinho do Acordeom, Adélio Lima, Alison Santos, Cecília Dassi, Cláudio Jaborandy, Cyria Coentro, Domingos Montagner, Giancarlo di Tomazzio, João Miguel, Júlio Andrade, Land Vieira, Luciano Quirino, Nanda Costa, Olivia Araújo, Silvia Buarque, Zezé Motta - recomendado para maiores de 12 ANOS.

Sinopse: O filme é focado na relação entre o sanfoneiro, compositor e cantor Luiz Gonzaga (1912-1989) e seu filho, também cantor e compositor Gonzaguinha (1945-1991), dois artistas, dois nomes que entraram para a história da musica brasileira. Um do sertão nordestino, o outro carioca do Morro de São Carlos, com visões de mundo diametralmente opostas. Encontros, desencontros e uma trilha sonora que emocionou o Brasil. A história de Luiz Gonzaga e Gonzaguinha é a história de um amor que venceu o medo e o preconceito e resistiu à distância e ao esquecimento.


Prólogo Musical pela cantora, instrumentista e compositora pernambucana Maria Dapaz


Maria Dapaz é intérprete, compositora e instrumentista invejável, digna de aplausos. E de pé. Sua estrada vem desde muito jovem quando participou do grupo Marajoara, até construir uma trajetória internacional que apenas consagra o seu talento. Lançou, em 1981, seu primeiro disco solo, Pássaro Carente, cuja repercussão permitiu que seu segundo trabalho, Maria da Paz, tivesse arranjos assinados pelo maestro Lincoln Olivetti. Em 2004 lançou o CD Vida de Viajante, dedicado à obra de Luiz Gonzaga, com o qual foi indicada ao Grammy Latino. Ela tem muitos outros álbuns gravados, todos confirmando o seu talento e prestígio. Em 2013, além da reedição de Vida de Viajante, lançou Outro Baião, registro que lhe rendeu vários prêmios como melhor disco regional e como melhor cantora no 25º Prêmio da Música Brasileira.


27/07 - 19h00

KING CREOLE, de Michael Curtiz - ficção 110 minutos, com Elvis Presley, Carolyn Jones, Walter Matthau, Barbara Gayle, Alexander Lockwood, Blanche Thomas, Brian G. Hutton, Candy Candido, Cliff Gleaves, Dean Jagger, Dick Winslow, Dolores Hart – ficção – 115 minutos - recomendado para maiores de 14 ANOS.

Sinopse: Quase para se formar, o trabalhador Danny Fisher se mete em uma briga que lhe custa o diploma. Seu pai ordena que ele continue na escola, mas Danny tem planos para se tornar cantor da noite em New Orleans. Para complicar mais as coisas, ele se envolve com um chefão da máfia local e sua sedutora namorada que tem planos muito perigosos para o futuro de Danny. Em New Orleans, a cidade fácil, a vida é tudo menos isso.


Prólogo Musical pelo cantor e pianista Newton Zago

Newton Zago vem de uma família de músicos. Seu pai, maestro conhecido internacionalmente por ter vencido concurso promovido pela Yamaha, mantém uma Big Band das mais requisitadas para grandes eventos, bailes e apresentações musicais na cidade de Santos. Sua mãe também é musicista formada pelo Instituto Musical Santa Cecília de Santos. Newton começou a estudar música aos 4 anos de idade e queria ser baterista. Logo se interessou pelo piano e aos 6 anos já se apresentava em recitais e concursos, tendo vencido vários deles. Aos 15, começou a cantar profissionalmente e, desde meados da década de 90, trabalha exclusivamente com a música, seja apresentando-se em concertos solos, seja com a Big Band do pai, em praticamente todo o Brasil. No ano passado, Newton Zago participou do 3º Encontro Cinemúsica de Campos do Jordão apresentando o prólogo musical para o filme New Orleans, de Arthur Lubin. Muitos foram os pedidos para que ele voltasse e ele gentilmente aceitou o nosso convite para se apresentar novamente na Montanha Magnífica. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário