terça-feira, 17 de maio de 2016

NO CINEMA POR OUTRAS TELAS

Nesta semana, dentro da programação do projeto O Cinema de Volta a Campos do Jordão, com o apoio do ProAC e em parceria com a Secretaria de Cultura de Campos do Jordão e a AMECampos, o Cineclube Araucária apresenta, de quinta a domingo, no antigo Cine Glória (atual Espaço Cultural Dr. Além), uma seleção de filmes que contempla o diálogo entre duas artes visuais: pintura e o cinema. Desde os primeiros registros da imagem em movimento, elas sempre caminharam lado a lado, até por uma questão de conceito. A estética imposta pelos cineastas às imagens que lançam nas telas do cinema, na sua essência, não difere do sentimento que orienta a mão dos pintores no momento em que explode o grito maior dos seus gênios criadores. Afinal, em ambos os casos, a imagem materializa o tempo e deve ser esse o fascínio que a pintura exerce sobre alguns cineastas. Também neste caso a seleção foi bastante difícil. Não são raros os casos de bons filmes que contam a vida e a arte de pintores consagrados: de Leonardo a Basquiat, o repertório é extenso e alguns foram os eleitos, não por se situarem em patamares destacados em relação a outros, mas só porque a escolha havia de contemplar apenas quatro, pelo menos desta vez. Os escolhidos foram, portanto: Frida Kallo, Michelangelo, Vincent Van Gogh, e Jackson Pollock. E, no domingo à tarde, o público infantil é convidado especial para Uma Noite no Museu, filme de Shawm Levy que vai nos conduzir a aventura incrível com os seus personagens.


Nenhum comentário:

Postar um comentário