quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

CINECLUBE ARAUCÁRIA É UM DOS PONTOS DE EXIBIÇÃO DA 9ª MOSTRA DE CINEMA E DIREITOS HUMANOS



9ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Hemisfério Sul
DEMOCRATIZANDO
08 de janeiro a 31 de março de 2015
Pontos de Exibição

O Projeto Democratizando é uma iniciativa integrante da 9ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Hemisfério Sul. Por meio do projeto, pontos de exibição de todo o país se inscreveram para receber os kits elaborados pela produção da Mostra; os kits contêm obras que buscam suscitar o debate sobre os Direitos Humanos em âmbito nacional. Além disso, os espaços inscritos poderão organizar palestras, workshops e outros tipos de encontro para discutir Direitos Humanos e outros temas relacionados.

A Associação Cultural Cineclube Araucária de Campos do Jordão se inscreveu e foi selecionada para funcionar como um dos pontos de exibição dos filmes que integram a programação do Projeto Democratizando da 9ª Mostra de Cinema promovida pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

As exibições acontecerão entre janeiro e março de 2015, e são de responsabilidade das instituições que se inscreveram para receber o material do Democratizando. Cineclubes, pontos de cultura, institutos federais de educação profissional, científica e tecnológica, universidades, museus, bibliotecas, sindicatos, associações de bairros, entre outros, são os espaços que abrigarão esta ramificação da 9ª Mostra.
O kit Democratizando é totalmente gratuito e será entregue em caixa personalizada, contendo camisa, bolsa, bloco de notas, caneta, catálogo do evento e o encarte com 3 DVDs. Em formato digital, os filmes enviados terão como opção a utilização de closed caption e audiodescrição, além de legendas para cinco idiomas: árabe, espanhol, inglês, francês e mandarim.“A Vizinhança do Tigre”, de Affonso Uchoa; “Cabra Marcado pra Morrer”, de Eduardo Coutinho, “Pelas Janelas”, de Carol Perdigão, Guilherme Farkas, Sofia Maldonado e Will Domingos; “Que Bom te Ver Viva”, de Lúcia Murat; “Rio Cigano”, de Júlia Zakia; e “Sophia”, de Kennel Rógis são os filmes que compõem o kit.

2015 promete ser o ano do Cinema em Campos do Jordão. Outras boas novas estão por vir a público nos próximos dias. Entre elas está a inauguração, no mês de fevereiro próximo, da Biblioteca de Cinema do Cineclube Araucária. Doações de livrarias, editoras, centros culturais, organizações sociais e particulares já estão chegando e o trabalho de catalogação desse material está adiantado. Toda a equipe do Cineclube Araucária, além de alguns voluntários, está empenhada em dar o seu melhor pela Cultura na cidade.




sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

CINECLUBE ARAUCÁRIA RECEBE FILMES E LIVROS DOADOS PELA AMECAMPOS

Depois dessa, temos que acreditar mesmo em Papai Noel. A Associação dos Amigos de Campos do Jordão - AMECampos - acaba de fazer doação ao Cineclube Araucária de uma caixa contendo DVDs, fitas em VHS e livros sobre Cinema.


Entre os filmes que passam a fazer parte do patrimônio do Cineclube Araucária estão verdadeiras raridades como as clássicas comédias musicais brasileiras MARIDO DE MULHER BOA, de J.B.Tanko e TUDO LEGAL, de Victor Lima, além de NÁUFRAGO, de Robert Zemeckis e dois documentários sobre a bailarina francesa Sylvie Guillem: PORTRAIT, de Nigel Wattis e AT WORK, de André S. Labarthe. Preciosidades para os amantes da arte consagrada por Nureyev, Baryshnikov e Maurice Bejart.


O material já está catalogado como parte do acervo do Cineclube e certamente será utilizado nas suas futuras Mostras e Sessões de Cinema para deleite dos cinéfilos jordanenses. Quanto aos livros que vão fazer parte da Biblioteca do Cineclube Araucária, já em fase de organização e montagem, estão: três roteiros de importantes realizações de Roman Polanski, Saudades do Século 20 de Ruy Castro e uma primorosa obra de arte de Jane Mercer, publicada pela Photoplay, intitulada GREAT LOVERS OS THE MOVIES.




A Biblioteca do Cineclube deverá estar aberta à consulta pública a partir de fevereiro de 2015. Ficam aqui registrados os agradecimentos de toda a equipe do Cineclube Arauária à AMECampos pela valiosa doação.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

BLANCANIEVES, DE PABLO BERGER ENCERRA A PROGRAMAÇÃO DE CINEMA EM 2014

BLANCANIEVES, de Pablo Berger dá um verdadeiro “olé” na historinha criada pelos Irmãos Grimm

O filme espanhol Branca de Neve, de Pablo Berger, foi produzido quase na mesma época que o francês O artista, de Michel Hazanavicius. Ambos são histórias em preto e branco e sem diálogos, homenagens criativas à origem da arte cinematográfica. Porém, O artista surgiu para o mundo em maio de 2011, no Festival de Cannes; enquanto Branca de Neve apenas em setembro de 2012, no Festival de Toronto; o que fez com o que segundo não pudesse desfrutar da surpresa junto ao público e ainda passasse pelas inevitáveis comparações.

É difícil dizer se o desfecho da história seria diferente caso Branca de Neve fosse lançado antes. O artista acabou ganhando o Oscar de melhor filme em 2012, e o longa de Pablo Berger foi indicado como postulante da Espanha ao prêmio de filme estrangeiro para a cerimônia de 2013, mas, apesar de ser ainda mais ousado, terminou fora da disputa.

Além de mudo e preto e branco, Branca de Neve arrisca mais em se aventurar pelo famoso conto de fadas infantil, aquele da maçã e dos anões espertalhões. Mais do que isso, Berger, que também assinou o roteiro, não se conteve em focar seu filme na mocinha e embaralhou outros símbolos do imaginário popular do seu país ao ambientar a trama no universo das touradas.

O filme recria sim, a famosa fábula escrita pelos Irmãos Grimm no século XIX, mas tem seus personagens adaptados para uma Espanha do início do século XX, com direito a anões toureiros, e ainda é feito como as antigas produções do cinema da década de 1920. Quem ousaria ser mais inventivo?

Como na história original, o filme de Berger tem seus momentos cômicos e, às vezes, um quê de tragédia. O elenco é encabeçado por Macarena García (Branca de Neve) e Maribel Verdú (a Madrasta má), ambas muito bem adaptadas aos papéis, em interpretações caricatas porque se trata de um enredo caricato. 



Ficha Técnica:
Título: Branca de Neve (no original Blancanieves)
Roteiro e direção: Pablo Berger
Elenco: Meribel Verdú, Sofia Oria, Macarena Garcia, Daniel Giménez Cacho, Angela Molina.
Orígem: Espanha
Ano de Lançamento: 2012
104 minutos
Fotografia: Kiko de la Rica

Música: Alfonso de Vilallonga






terça-feira, 21 de outubro de 2014

CAMINHOS DA MANTIQUEIRA NA SESSÃO DE CINEMA EM NOVEMBRO

No dia 1º de novembro, às 20 horas, o Cineclube Araucária exibe na sede da AMECampos, um filme realizado na região da Mantiqueira por Galileu Garcia Jr. Uma forte carga de emoção pelas belas imagens e também pelos depoimentos de gente que realmente sabe do que está falando. Programa Livre para todas as idades, com Entrada Grátis.



CAMINHOS DA MANTIQUEIRA é um documentário de longa-metragem (79 minutos) que apresenta com sensibilidade um pedaço do território nacional relativamente desconhecido de muitos brasileiros, apesar da sua extrema importância para o país. O filme percorre estradas, montanhas, histórias e vidas em busca da identidade própria e única da Serra da Mantiqueira. Embora a região seja cortada pelas fronteiras políticas entre três Estados da Federação (São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro), a Mantiqueira apresenta características naturais e históricas próprias. O documentário se vale do formato “roadie movie” protagonizado pela equipe que se deslocou por cerca de 40 cidades da Serra durante 35 dias. Percorreu vales e escalou vários de seus cumes, adentrou suas florestas e parques e, o mais prazeroso, ouviu suas gentes: agricultores, tropeiros e violeiros, todos contadores de causos. Também foram ouvidos ambientalistas, geógrafos, biólogos e historiadores, tudo com o intuito de costurar uma narrativa informativa e, ao mesmo tempo, emocionante sobre a região, abordando temas atualíssimos como o ecossistema, as reservas florestais, as nascentes das águas que formam os seus importantes rios, a ancestral configuração geológica, as mais recentes histórias da Revolução de 32 e, como não poderia faltar, os relatos que nos levam para além do tempo, sobre as histórias de Lobisomem, a Mãe de Ouro e o Corpo Seco, personagens que ainda vivem no imaginário de alguns dos nossos personagens.




Ficha Técnica:
Título Original: Caminhos da Mantiqueira
Direção: Galileu Garcia Jr
Argumento e Produção: Galileu Garcia Jr
Produção Executiva: Mistura Fina
Direção de Produção: Mário Monteiro
Direção de Fotografia: Carlos Zalasik
Música: Ricardo Anastácio
Roteiro: Galilei Garcia Jr, Quelany Vicente, Victor Navas
Som Direto: Mário Farah, Dorival Sombra
Câmera: Paulinho Francisco. Galileu Garcia Jr, Carlos Zalasik
Montagem: Itaoã Lara, Regina Dias ABC
Coordenação de Pré Produção: Rosana Oda
Coordenação de Pós Produção: Patrícia Olívia Stumbrys

Identidade Visual: Yvone Sarué, COWDDG

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

O REINO GELADO É O DESTAQUE DA PROGRAMAÇÃO DE OUTUBRO

O Reino Gelado é um filme russo de animação realizado em 2012, computadorizado em 3D e dirigido por Vladlen Barbe e Sveshnikov Maxim. Trata-se de uma produção inteiramente rodada em 3D utilizando as mais avançadas técnicas de criação no campo da animação computadorizada. Foi produzido pela Wizart Animation e é baseado no conto A Rainha da Neve, escrito por Hans Christian Andersen. O longa de 80 minutos foi lançado na Rússia em dezembro de 2012 e no Brasil em fevereiro de 2013 e tem trilha sonora composta por Mark Willot. A adaptação para o cinema foi feita por Vadim Sveshnikov e pelo diretor Vladen Barbe.

O filme conta a história da Rainha da Neve, uma soberana má que, desejando criar um novo mundo no qual o vento polar esfriasse as almas humanas, cobriu o planeta com gelo e ordenou a destruição de todas as artes e artistas. De acordo com as previsões de um espelho mágico, a última ameaça aos seus planos estaria no mestre-vidreiro Vegard, cujos espelhos refletiam a alma das pessoas. Vegard e sua esposa Una são sequestrados, deixando para trás seus filhos Kai e Gerda. O tempo passa e os servos da Rainha capturam também Kai, acreditando que o garoto é o sucessor de seu pai. Mas sua irmã Gerda, uma jovem muito corajosa, embarca em uma jornada pelo reino, encarando todos os obstáculos para salvar o irmão e voltar a aquecer os corações humanos.

domingo, 7 de setembro de 2014

CINECLUBE ARAUCÁRIA RECEBE DOAÇÃO DE QUASE 200 FILMES




Na semana passada o Cineclube Araucária recebeu do casal Sônia e Gilberto Labate, um lote de 189 filmes no formato VHS, todos originais, a maioria deles em perfeito estado de conservação, contendo filmes de ficção e documentários, que passam a integrar o acervo da Associação Cultural Cineclube Araucária de Campos do Jordão. Com as caixas de filmes, veio também o leitor de VHS que já foi encaminhado para limpeza e reparo. Entre os filmes recebidos estão alguns clássicos da cinematografia universal, como Cidadão Kane, O Anjo Azul, Assim Era a Atlântida, Arroz Amargo, Baile Perfumado, Carlota Joaquina, A Era do Rádio, Ladrões de Bicicletas, O Morro dos Ventos Uivantes, No Tempo das Diligências, O Paciente Inglês, Paris Texas, O Passageiro da Chuva, O Pianista, O Piano, O Picolino, Perdas e Danos, O Vampiro de Dusseldorf, Terra Estrangeira, Para Viver um Grande Amor e Sexo, Mentira e Videotape. Além da atenção dispensada ao Cineclube pelos doadores dessa verdadeira preciosidade, há que se registrar ainda o trabalho tido por eles para catalogar todos os títulos em um quadro que contem várias informações sobre a ficha técnica, ano de realização e país de origem de cada filme. Um trabalho de profissional que nos impressionou muito e pelo qual toda a equipe do Cineclube Araucária agradece. 







Em breve alguns desses filmes poderão entrar na programação das Mostras apresentadas regularmente pelo Cineclube Araucária em Campos do Jordão. Esse é, na verdade, um bom presente para todos os amigos da Sétima Arte que apoiam o trabalho que o Cineclube tem feito na cidade nesses seus quatro anos de existência.

terça-feira, 26 de agosto de 2014

RIO 2 É O FILME DESTE MÊS DE AGOSTO NA AMECAMPOS

Dando sequência à nossa programação de cinema na AmeCampos, no próximo sábado, dia 30/08 às 20h00, exibiremos a animação RIO 2, de Carlos Saldanha. O filme, lançado em todo o mundo em março deste ano, é a continuação da história criada por Saldanha em 2011. Nela, Blu, Jade e os três filhotes levam uma vida feliz no Rio de Janeiro. Mas, Jade teme que as crianças tenham dificuldades para aprender a viver como pássaros de verdade. Então, a família embarca em uma super viagem na Floresta Amazônica. Ali, muita aventura, perigos, medos e grandes dificuldades levam a platéia ao delírio, enquanto descobre que Blu é capaz de tudo para salvar a sua família. Esperamos por você para viajar conosco guiados pela família de Araras Azuis.

A AmeCampos fica na Rua Dr. Reid nº 68 - Abernéssia e a entrada é franca.